Os meus clássicos

Conforme prometido, segue minha listinha de dez pratos que considero clássicos do restaurantismo e das mesas carioca. Aqueles que cresci vendo nos cardápios e comendo em casa. Não estão em ordem nenhuma:

1- Estrogonofe - Para mim é o clássico dos clássicos. E por isso mesmo foi mexido e remexido das mais diversas formas. Usaram seu nome para coisas que nem de longe se parecem com um verdadeiro estrogonofe. Para vcs terem uma idéia, ontem vi no cardápio de um restaurante o "Estrogonofe Vegetariano" feito com queijo tofu no lugar da carne.....

2- Boeuf Bouguignonne - Pareceu transmissão de pensamento quando vi na tv o Troigros falando sobre pratos clássicos que raramente a gente vê nos cardápios e fazendo um deles: exatamente o Bouef Bourguignonne que é um daqueles pratos de uma panela só que eu gosto tanto.

3- Vitela Tonné - Esse é das antigas mesmo. Ainda aparece em alguns poucos cardápios mas, como outros pratos, já sem o brilho que merece.

4- Tartar Steak - A versão russa do kibe cru já foi bem popular, mas acabou perdendo espaço para outro prato de carne crua mais versátil e que também já é um clássico, o carpaccio.

5- Coquetel de Camarão - Talvez esteja empatado com o estrogonofe no quesito popularidade. Não havia restaurante ou festa que não o oferecesse. Quando bem feito é leve, refrescante e muito saboroso. Mas hoje em dia é difícil de encontrar algo diferente de molho rosé com camarões cozidos....

6- Buillabaisse - Tem pouco de popular, talvez por não ser um prato muito barato, mas é sem dúvida um clássico dos pratos de peixe. Se alguém conhece algum restaurante que a sirva, favor avisar.

7- Coq au Vin - Chique até no nome, não podia faltar nas boas mesas. Foi tão desvirtuado que praticamente desapareceu.

8- Steak au poivre - Esse é dos poucos que não sumiu nem se escondeu. Continua firme e forte em diversos cardápios das mais diferentes casas, o que não tira dele a insígnia de clássico.

9- Filé de Peixe à Belle Meunière - Este sofreu muuuuito, coitado. Seu nome já foi traduzido, torcido e escrito das mais diversas formas. Sua receita então, nem se fala. Hoje esse prato pode ser praticamente qualquer coisa com peixe e um molho branco qualquer. Na versão que entendo como original é um delicado filé de peixe branco frito na manteiga que depois se transforma em seu molho.

10- Frango à Kiev - Outro prato que ainda se vê por aí mais ou menos adulterado. O Kiev clássico para mim é aquele peito de frango empanado, receheado de manteiga que derretida se espalha no prato quando o frango é cortado. Parece até um petit gateau de frango- ou um babaloo, como diria meu sobrinho.

Sobremesas merecem um post exclusivo.

Como a memória já não ajuda muito, para me ajudar com esses clássicos, recorri a um livrinho do Silvio Lancellotti, Cozinha Clássica. Lá, ele lista não só pratos clássicos como conta a história e dá, o que no seu entender, é a receita original de cada um. Recomendo.

Comentários

Postagens mais visitadas