cool hit counter

Artigos

Receitas

Entrevistas

Restaurantes

Livros

Vinhos

Degustações


20.3.06

Escondidinho

Quando falei de pratos clássicos e listei os meus clássicos, acho que ficou parecendo que depois dos anos 70 não surgiu nenhum ícone desses. Quando falei que não considero que o Rio tenha uma gastronomia própria como a mineira e a baiana têm, talvez tenha ficado a idéia que a gente só come pratos criados longe daqui. E quando disse que os chefs parecem mais preocupados em criar pratos para aparecer na mídia do que pensando em deixar uma marca, vocês podem ter entendido que não se se criam mais pratos com essa vocação. Mas para ir contra a tudo isso que eu possa ter dado a entender, os paradoxos e os pontos de vista diferentes são uma mania minha, lembrei que existe um pratinho criado "recentemente", aqui no Rio e que já é um clássico estabelecido no Brasil inteiro: o Escondidinho.

Criado na Academia da Cachaça em 1986, a combinação de purê de aipim, carne de charque e requeijão gratinado, é um clássico da gastronomia carioca que já foi imitado, revirado e corrompido por todo mundo. É a prova de que sem grandes pretensões, com simplicidade, criatividade e principalmente competência, pode se alcançar realizações fantásticas. Um pouco de sorte também ajuda.

O Escondidinho, assim com maiúscula mesmo, não é a exceção que confirma a regra, mas para mim é uma espécie de resumo comestível de muito do que escrevi até aqui. Além disso, é delicioso.....

1 Comments:

Anonymous PF said...

Paco,
Concordo em 100%. O Escondidinho da Acadamia é inimitável. Há umas 3 semanas atrás fomos ao Salve Jorge, um bar muito famoso aqui na Vila Madalena, conhecido pelas cervejas bem geladas e pelos quitutes considerados maravilhosos.
Pois bem, só quem não conhece o caldinho de feijão e o escondidinho da Academia pode achar que os daqui de São Paulo são maravilhosos. Não dá nem para começar a comparar!

Abraço,
PF

27/5/06 02:37  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home