cool hit counter

Artigos

Receitas

Entrevistas

Restaurantes

Livros

Vinhos

Degustações


27.5.07

F, de Fondue



rio e fondue têm tudo a ver não é à toa, afinal os dois têm na Suíça sua referência mais popular. Quase dá para dizer que foram feitos um para o outro, embora o frio tenha outros diversos parceiros ativos e queridos na gastronomia enquanto a fondue quase só têm mesmo o inverno – ou o ar condicionado no máximo – como companheiros na sua degustação.
Dizem que a fondue original é a de queijo e foi criada por camponeses suíços durante a segunda guerra que, por conta das batalhas ou pelo frio mesmo, ficaram impossibilitados de descer até as cidades para buscar comida. E como a necessidade é a mãe da invenção, eles começaram a derreter os restos dos queijos que produziam para criar uma comida simples, quente, saborosa e além de tudo nutritiva para suportar o frio. Mal sabiam que estavam inventando um prato que anos depois estaria tanto nas melhores mesas com um bom grau de sofisticação, como nas prateleiras de supermercados em versões semi-prontas, e que seria um sucesso até em países como o nosso.
A original é de queijo, mas há diversas versões de fondue com o mesmo jeitão de uma panela, uma lamparina e vários garfinhos compridos ávidos por espetar alguma coisa e cozinhar ou apenas cobrir com algo derretido e comer. Uma das mais populares, é a de chocolate quando os garfinhos revestem frutas e biscoitos com o creme de cacau. Há também a de carne, onde os pedaços de filé são fritos no óleo quente e depois passados em um molho antes de comer e a chinesa, em que carnes e verduras são cozidos num caldo de carne ou galinha bem temperado. Esse último é muito parecido com o shabu-shabu chinês e, por mais incrível que pareça, muito popular na Suíça.
Fondue reforça minha tese de que aqueles pratos simples, e de uma panela só como eu gosto, têm um poder de agrupar gente em volta da mesa de uma maneira que a comida mais sofisticada ou os menus degustação não têm, e isso sem perder nada em matéria de sabor, criatividade ou valor.
Aqui no Rio havia um restaurante que no inverno servia rodízio de fondues, era assim; para começar uma fondue de queijo, depois uma de carne e para finalizar a de chocolate. Lotava. O problema era o cheiro de óleo que impregnava as roupas e cabelos no salão fechado. Mas enfim, fazia parte da experiência reclamar disso no dia seguinte. Outros lugares por aqui que servem fondue o ano todo são o eterno Hansl, no Joá, e a Casa da Suíça na Glória.
Receitinha
Como todo prato simples, a fondue de queijo tem inúmeras variações e possibilidades. Se você quer aproveitar o frio e dividir uma panelinha quente com os amigos, aqui vai uma receita que me pareceu bastante correta e sem invenções:
Ingredientes:
- 250g de queijo Gruyère
- 250g de queijo Emmental
- 1 dente de alho
- Pimenta-do-reino a gosto
- 1 pitada de noz-moscada
- 1 colher de chá de amido de milho (Maizena)
- 1 cálice de conhaque
- 3/4 de um copo de vinho branco seco ou Kirsh

Modo de Preparar:
Passar o alho nos lados e fundo da panela. Ralar os queijos em tiras grossas e juntar o conhaque e o vinho branco com o amido de milho dissolvido. Acrescentar a noz-moscada e a pimenta-do-reino. Sobre o réchaud (tendo o cuidado de manter a chama sempre baixa), iniciar o processo de fundir a massa até que a mesma esteja homogênea e, na temperatura ideal para ser degustada. No caso de utilização da panela de vidro, você poderá usar o microondas, usando a potência alta por 2min. Dá para duas ou três pessoas e eu como sempre com uma boa baguete e salsichinhas.

Goscinny e Uderzo subverteram a história e colocaram a fondue no tempo dos romanos em Asterix e os Helvéticos. Não resisti.

Marcadores: ,

8 Comments:

Anonymous Roberta Malta said...

Adoro, principalmente de carne. Uma vez, ainda criança, quase botei fogo na casa fazendo fondue numa daquelas panelas antigas, lindas, de cobre. Apesar disso, nunca desanimei e sempre que esfria tiro minha panelinha do armário. Já comi também de camarão num desses rodízios bizarros.
A Casa da Suíca é boa, mas nada como fazer na própria casa ou em casa de amigos. É primordial estar em boa companhia. O cheiro de gordura (quando há fritura) é inevitável, mas o ritual delicioso. beijo!

28/5/07 11:07  
Anonymous Julia "C" Roberts said...

Acho que, assim como o Obelix, caí num caldeirão quando era pequena... só que o meu era cheio de queijo! Talvez isso explique a "abundância" de minhas proporções e minha absoluta fascinação por qualquer tipo, cor, textura e sabor de queijo. Obviamente fondue é uma paixão! Na Suíça é de matar. Há milhões de combinações possíveis pra mergulhar nosso pãozinho. Amei um que era uma mistura de Vacherin Fribourgeois e Gruyère.Por Tutatis! Não há coisa melhor!

28/5/07 16:21  
Anonymous PF said...

Vercingetorix! Que o céu caia sobre minha cabeça!!! O Hansl ainda existe??? Lá também deixava um cheiro de gordura em nossa roupas insuportável. E só me lembro disso... não lembro se o fondue era bom ou não. O tal rodízio não era na Barra? Se não me engano era o "Uva, vinho e Cia".
Aqui em São Paulo tem um tal de "Era uma vez um chalézinho...", aqui no Morumbi. Parece que o original é de BH. Fui 2 ou 3 vezes, mas o fondue é bem fraquinho. Muito melhor (e bem mais barato!) comer em casa com os amigos.
No último sábado rolou um fondue de queijo. Íamos fazer um de verdade, mas aí deu preguiça e compramos um suiço pronto, se não me engano, tem algo de "Tiger" no nome. Bem gostoso. Mas, dos prontos para comer, o "Swiss Knight" que vende no Freeshop é imbatível.
Outra receita (para 4):
200gr de Emental
200gr de Gruyere
200gr de Estepe
300ml de vinho branco seco
um cálice de Kirsch
noz moscada
alho na panela

Pode fazer que fica ótimo!

Abraço,
PF

29/5/07 23:45  
Anonymous Anônimo said...

Aqui no Rio, onde cheguei faz 2 meses, estou sofrendo com a falta de rodízio de fondue. Em Brasília, comíamos os 3 tipos (queijo, carne, chocolate) por R$ 30! Claro que o cheiro de gordura era tradicional, não tinha jeito. Mas o sabor compensava...
Aqui a gente paga uma fortuna e só come de um tipo...
Se souber de alguma outra dica (principalmente rodízio), por favor, let me know (camilagm@uol.com.br)

2/6/07 22:11  
Blogger Kats said...

F de frio!!! que vai muito bem com esse fondue, hehe. gostei da receita, vou experimentar ASAP. abs!!!

4/6/07 23:07  
Anonymous Ana Maria said...

é realmente muito bom nestas noites frias que estão nos rondando, pois o inverno ainda não chegou, oficialmente. Mas uma dica legal é usar também além do pão, legumes rapidamente cozidos, para não ficarem moles, como p.ex. couve-flor, brócolis, couve-rábano, abobrinha, abóbora,batatas, etc.,cortados em cubos (como o pão) passados no queijo derretido, é delicioso e leve, saudável e com menos calorias (!!!).

8/6/07 23:24  
Blogger Paco Torras said...

A idéia da Ana Maria é ótima! Pricipalmente para quem está de dieta :-)

11/6/07 13:25  
Blogger Nacos & NOC's said...

Nunca experimentei mas estou tentadíssima!!!

29/7/07 19:16  

Postar um comentário

<< Home