cool hit counter

Artigos

Receitas

Entrevistas

Restaurantes

Livros

Vinhos

Degustações


23.4.08

Prazeres destrutivos

Um dos grandes prazeres que o Bistrô me dá é poder presenciar, às vezes até participar, da derrocada de paradigmas gastronômicos de qualquer tipo e tamanho. Tudo bem que de vez em quando eu dou um empurrãozinho, mas é sempre pelo prazer das minhas leitoras.

Por isso mesmo poucos assuntos me dão mais prazer do que falar de vinhos, mais precisamente dos quase sempre ridículos conceitos, rituais, harmonizações, regras e demais preceitos que pautam tão rigidamente o mundo dos vinhos. Acho mesmo que existem pessoas influentes que tentam solidificar essas regras para manter seu mundinho de cabernets e bourgognes intocado e a salvo de curiosos ignorantes como eu. Ainda bem que tem gente que faz o contrário.

A empresa francesa, sim, francesa, WineSide resolveu "engarrafar" bons vinhos de forma diferente. Um tubo de ensaio com tampa de rosca - só pela tampa alguns já diriam que é uma heresia - guarda vinhos como Chateneuf du Pape, Pomerol e outros clássicos em volumes de 60 e 100ml perfeitos para quem quer apenas provar um vinho sem ter que comprar a garrafa. Fácil de levar, refrescar e usar, eles oferecem caixas com tubos de vinhos diferentes de um mesmo tipo de uva, safra ou região. É amostra grátis de vinho sim, porque não. Só que não é gratis e por enquanto só vende na Colette em Paris. Chique pacas.


Outro desmonte foi feito por uma empresa americana que, indo na direção contrária de algumas vinícolas que passaram a oferecer seus vinhos em embalagem tipo tetra pack como acontece com os sucos de frutas, passou a engarrafar, em garrafas de vidro mesmo, sucos de uva como os vinhos. Acontece que esses sucos são de uvas varietais tradicionalmente usadas para fazer vinho. São sucos de Merlot, Cabernet e Chardonnay. Além de ter todas as propriedades anti-oxidantes do vinho, esses sucos da First Blush podem e devem ser consumidos por crianças numa primeira aproximação das esquisitices que elas conhecerão quando trocarem para as garrafas de rolha. O problema vai ser a precocidade:
- Pô mãe, esse chardonnay não combina com meu bifinho! Quero merlot!

Marcadores:

9 Comments:

Anonymous PF said...

Fenomenal!!!! Excelente achado!
Agora resta saber quanto custa uma caixinha de "amostra grátis" dos Chateneufs du Pape, dos Petrus e similares...

Abraço,
PF

24/4/08 00:50  
Anonymous Michel said...

O comentário final diz tudo. Aonde vamos parar.

24/4/08 10:37  
Blogger Constance Escobar said...

Muito bom!!! Apesar de dedicar grande parte do meu tempo aos prazeres da boa mesa, nada entendo de vinhos! Mas, dentro da minha ignorância, sempre achei que esses excessos que cercam os rituais do vinho são uma tremenda chatice. Creio que n~ao estamos muito longe de uma era em que os pequenos vão ter que aprender a harmonizar vinhos com seus bifinhos. Tenho um amigo que tranqüilamente faria isso com seu filhinho! Chato demais!!!

24/4/08 17:43  
Anonymous Eduardo Luz said...

Cá pra nós, só podia ser na Colette ! E eu gosto de vinhos mas a idéia não é de todo má ( em alguns momentos chega ser brilhante !). Abs.

30/4/08 13:58  
Anonymous Roberta Malta said...

Acho ótimo, Paco. A futura vida adulta das nossas crianças está sendo muito facilitada. E durma com esse barulho!

4/5/08 09:34  
Blogger Juliana said...

ler o seu blog e diversao garantida, paco.
adorei o "que merlot!". :o)

11/5/08 05:37  
Blogger Clarissa Magalhães said...

Vai ser muito engraçado as crianças dando banho nos pais de conhecimento!

13/5/08 10:19  
Blogger Donna Dani said...

Adorei as matérias, receitas, tudo, super antenados no mundo!!!!
Tenho um blog de receitas e gostaria de dividir com você também. Adicionei o seu blog na minha lista de Blogs Gostosos, tudo bem?
O meu é http://casadfarinha.blogspot.com/
Tudo de bom

26/5/08 21:01  
Anonymous Anônimo said...

Olá, Paco!
Estou montando o Blog do Joe & Leo's e o seu muito me serviu de inspiração. Parabéns pelo belo trabalho...
André Cunha Lima

9/6/08 13:22  

Postar um comentário

<< Home