cool hit counter

Artigos

Receitas

Entrevistas

Restaurantes

Livros

Vinhos

Degustações


15.9.06

A outra redonda

Hoje a Espanha é pródiga e famosa pela sua gastronomia espetaculosa dos Adriás da vez. Antes desse fenômeno, a cozinha basca já era conhecida pela sua qualidade e criatividade espelhadas em um ícone, o Arzak em San Sebastián. Apesar de todas essas estrelas novas e antigas, o verdadeiro ícone que representa a culinária espanhola no mundo ainda é a paella. Mas dentro da Espanha o exemplo que para mim resume melhor um verdadeiro prato espanhol, levando em conta todas as diferenças regionais que existem, é um dos mais simples, aquele que todo mundo cedo ou tarde aprende a fazer, a tortilha de batata.
Minha memória mais curiosa de tortilha vem de quando eu morava em Barcelona e acordava todo dia de manhã com o barulho de dois ou três vizinhos que batiam os ovos preparando a merenda que as crianças iam levar para a escola. Não há dona de casa que não tenha lá sua maneira única de fazer uma tortilha e não há bar que não ofereça dois ou três tipos diferentes. Para mim é o verdadeiro prato nacional espanhol.
Apesar de, como a pizza, poder ter praticamente qualquer recheio, a tortilha de batatas com cebola é de longe a mais popular. Por ser a mais “consistente”, a que mais se diferencia de uma omelete ordinária ou porque é a mais saborosa mesmo, faz parte da cesta básica de qualquer espanhol.
Com alguns anos de prática, desenvolvi também um técnica pessoal que suponho faz da minha tortilha de batata se não a melhor do mundo, pelo menos uma das melhores. Faço assim para duas ou três pessoas:
Uma batata grande, 350-400g, descascada e cortada em cubos do tamanho de um polegar. Boto uma panela de água para ferver e coloco as batatas para cozinhar. Enquanto isso corto meia cebola grande em rodelas e o resto em juliana, pico também três dentes de alho. Pego uma frigideira pequena, de uns 20cm, e douro a cebola. Agora a batata deve estar no ponto, cozida mas sem desfazer-se, e depois de escorrê-la misturo com a cebola e douro mais um pouco até pegar uma cor. Quando estiver quase no final, bato com um garfo quatro ovos grandes com duas colheres de leite até ficarem esbranquiçados, mas sem exagerar, isso não é omelete.
Misturo as batatas e cebolas na tigela dos ovos e coloco três boas pitadas de sal. Na frigideira douro o alho e coloco na tigela onde estão os ovos, batatas e cebolas. Coloco mais um pouco de azeite na frigideira, aumento o fogo, esquento bem e despejo a mistura. Nivelo a distribuição das batatas e depois de um minuto abaixo o fogo para médio. Com uma colher vou soltando as laterais e sacudindo levemente a tortilha na frigideira. Quando vejo que ela está solta e com a parte de cima cozida mas ainda líquida, coloco um prato em cima e viro a frigideira numa operação que já rendeu momentos memoráveis, você pode imaginar. Escorro a tortilha virada de volta para a frigideira e deixo cozinhar o outro lado em fogo baixo por mais uns cinco minutos. Retiro da frigideira e coloco para cima o lado que estiver mais bonito.
O resultado final deve ser um círculo dourado com uns dois ou três dedos de altura, firme por fora, compacto e úmido por dentro.

Na Espanha tudo se come com pão, então para acompanhar toste uma fatia de pão italiano, esfregue um tomate e tempere com sal e azeite. Uma taça de vinho também não faz mal.
Talvez porque seja muito simples - o que não quer dizer fácil - e sem o mesmo glamour, não roubou o trono da sua prima paella que é muito mais vistosa. Mas lá em casa, como em todas as casas da Espanha, a tortilha de batatas é a rainha. Meus vizinhos que o digam.
Há diversas outras formas de fazer a mesma tortilha, veja alguns exemplos aqui, aqui e aqui, escolha como começar e aproveite.

Marcadores:

6 Comments:

Anonymous Anônimo said...

Paco,
Ler os seus posts, ainda mais pertinho da hora do almoço, é um verdadeiro suplício!!!! Minha barriga está roncando e estou quase babando por esta tortilla. Que maravilha!
Pergunta: a foto é sua?
Abraço,
PF

15/9/06 13:25  
Anonymous Roberta Malta said...

Adoro com abobrinha!

15/9/06 15:01  
Blogger Fugu F. said...

Adoro tortilla! Uso a batata cortada em fatias e costumo acrescentar azeitonas pretas picadas. E, na torrada, esfrego um pedaço de alho antes de passar o tomate. De resto, como você mesmo diz, cada qual tem seu jeitinho... rsrsrs

18/9/06 14:44  
Anonymous PF said...

Não comi no almoço, mas a Mia fez a sua receita hoje no jantar! Ficou muito boa, mas esquecemos de acompanhar com um "pa amb tomaquet"... Vamos ter de comer outra tortilla nesta semana!
Perguntas:
1. Qual o vinho que voce aconselha?
2. A foto é de uma tortilla sua?

Gostei da dica das azeitonas pretas picadas. Deve cair bem. Pensei também em aliche... será q combina?

Abraço!

19/9/06 00:43  
Blogger Paco Torras said...

PF,
como a pizza, quase qquer coisa combina com a tortilha. Lá em BCN, quando formos a próxima vez, te levo num restaurante que tem uns quarenta tipos diferentes....Como disse aqui a Roberta, a de abobrinha é das melhores, outra boa é de feijão branco com bacon picadinho. Alcachofra, qua está na época também é ótimo.
Não entendo chongas de vinho, um que tomei e gostei essa semana foi o 120 (é o nome dele) carmenére. Ontem tinha no Pão de Açucar daqui mas na Gran Cru é mais barato, deve estar uns R$30. A foto catei na internet, não sei da onde, mas as minhas tortilhas saem iguaizinhas, quase sempre.

19/9/06 10:16  
Anonymous Márcia Beatriz said...

Oi Paco, cheguei aqui na tortilla através do seu comentário no blog da Roberta, que sincronicidade vc escrever no mesmo dia sobre o livro que ela comentou hoje!
Mas vontando às batatas...
Sou louca por tortillas e fui experimentar uma sugerida no cardápio daquele "boteco" ao lado do Espaço Unibanco. Acho que o nome do lugar é Orlando, algo assim. Não guardei porque a tortilla que eles fazem lá é omelete, fiquei decepcionada, e, assim, deletei o nome do lugar.
Uma verdadeira e excelente é a da Casa da Espanha, no Humaitá. Recomendo também!
Abraços,
Márcia Beatriz

6/12/06 14:28  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home